domingo, 19 de outubro de 2008

Artigo de Sábado 04-10-2008

Tão cães quanto nós

Um pedaço de mim

Gostava de partilhar convosco a minha experiência.

Quando o meu marido me disse: “Queres mesmo um cão? Então 6ª feira ele estará connosco”. Não consigo explicar o turbilhão de emoções que se atropelaram umas ás outras no meu peito. Ri, chorei de alegria…… Enfim parecia uma criança depois de receber o seu brinquedo preferido.

Ele chegou e juntamente com ele desabrocharam sentimentos que até então desconhecia por completo. A tolerância, a perseverança, a paciência, o encarar as adversidades da vida sempre com um sorriso, passaram a ser uma realidade e uma constante em mim e no meu dia a dia, tudo ensinado por ele.

Só quem vive uma vida com um animal de estimação consegue entender a partilha, o dar e receber, a cumplicidade que existe entre eles e nós.

Chego mesmo a afirmar que só eles nos mostram e ensinam o que é pureza de sentimentos. Nos momentos mais difíceis da minha vida ele esteve sempre do meu lado e com o seu olhar dizia-me: não chores dona, eu estou sempre aqui. E naquele olhar há sempre uma sinceridade e uma amizade únicas que depressa nos alivia a alma e nos faz enfrentar os problemas de uma forma mais positiva.

Devemos-te muito e por isso os teus donos deixam-te esta dedicatória:

Tens tudo o que há de maravilhoso num cão. Por vezes és caprichoso, desobediente, mal-educado, mas és um de nós, és o nosso adorado cão e és tão cão como nós.

6 comentários:

Anónimo disse...

Como entendo! A Emmy teve um início de vida complicado mas, desde que entrou na minha vida, eu soube que ela seria a próxima...E chorei de alegria quando decidimos que ela iria ficar lá em casa - para sempre! E sei o significado de termos tal companhia em casa e dou-lhe o devido valor.
Por isso, estou em completo acordo e, sem ela, a vida ficaria sem um grande pedaço!
Sandra (dona da Emmy)

Adoro-vOS Cães disse...

concordo plenamente.
Eles ensinam-nos a viver a vida ao máximo e conseguem tornar o nosso dia sempre melhor =)
Ver o meu cão a abanar a cauda quando me vê, ou a felicidade dele a chamar-me para brincar são as melhores partes do meu dia...e as melhores memórias da minha vida *.*

Van Dog disse...

Lindo.

Eunice Rosado disse...

Eu partilho esta mensagem do fundo do meu coração!!! Sinto exactamente o mesmo, a verdade neles é tão maior que a nossa que nos aproxima de uma pureza e nos revela. Ter um cão foi a descoberta mais maravilhosa da minha vida!

Nice (da matilha Batalha)

Rute disse...

É uma bonita dedicatória e como a compreendo bem, apesar de todas as traquinices eles estão sempre ao nosso lado no melhor e no pior

beijinhos

Carla (Paikea) disse...

Só vos queria dizer que estou a fazer um esforço para não chorar com este post.
Sem comentários.
Obrigado!


Carla (e Pipa)